quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Confundido com veado, colono é morto a tiro de espingarda

Uma pescaria realizada entre amigos no Ramal do Ouro, altura do km 38 sentido Sena/Rio Branco acabou de forma trágica na manhã desta terça-feira (6). O colono identificado como Roberto da Rocha foi morto com um tiro de espingarda calibre 20 ao ser confundido, pelo primo, com um veado.

A tragédia aconteceu por volta de 9 horas da manhã. Segundo a Polícia Militar, em um dado momento da pescaria, Roberto teria se ausentado e foi para dentro da mata fazer necessidades fisiológicas. Ao se encontrar atrás de uma moita, foi alvejado com um tiro na região da cabeça e faleceu instantaneamente.

Ao tomar conhecimento do caso, uma equipe da Polícia Civil se deslocou ao referido lugar para resgatar o corpo e encaminhá-lo ao Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco para a realização do exame cadavérico.


Autor do disparo liga para a PM, mas depois foge e é preso no Bujari

Após o episódio, o autor do disparo identificado como Adonias de Oliveira Carvalho, 26 anos, residente na colônia São João, Ramal do Ouro, ligou para o 190 e descreveu todo o episódio. Em seguida se dirigiu á margem da estrada, onde iria se apresentar espontaneamente à Polícia, mas com o passar das horas ele decidiu abandonar o local.

Adonias foi preso pelo serviço reservado da Polícia Militar quando se encontrava nas proximidades do município do Bujari, dentro de uma Toyota. Ele não esboçou nenhum tipo de reação e foi conduzido à Unidade de Segurança Pública, onde se encontra no presente momento. De acordo com os PMs, durante o trajeto até a delegacia, ele chorou bastante lamentando o acontecido.

Ouvido pela  reportagem da Agência ContilNet, Adonias de Carvalho disse que é primo da vítima e que foram criados praticamente juntos. Disse também que Roberto era pra ele praticamente um irmão e que nunca teve nenhum tipo de atrito com o mesmo. "Ao perceber o mato mexendo, na minha vista era um veado, por isso, eu atirei. Jamais faria uma coisa dessas se soubesse que era o meu primo que estava lá", lamentou.

Além do autor do disparo e da vítima, outros dois moradores participavam da pescaria e serão chamados para prestar depoimentos na delegacia. A espingarda calibre foi apreendida pela Polícia Civil.

Homem morre eletrocutado e outro escapa com 40 % do corpo queimado

Dois homens, identificados pelos nomes de Sandro e Edilsoney, tentavam solucionar problemas na rede elétrica da chácara Triangulo, localizada na altura do km 08, da Estrada de Porto Acre, quando sofreram uma descarga elétrica. A tragédia aconteceu no final da tarde desta terça-feira (6).


Sandro morreu na hora, já Edilsoney foi conduzido em estado grave ao Pronto-Socorro de Rio Branco. Ele sofreu queimaduras de 3º grau em 40% do corpo.


De acordo com informações, no momento do acidente a fiação da residência, que estaria com o fornecimento de energia suspenso pela Eletrobrás, teria encostado ao cabo de alta tensão, provocando a descarga de energia contra os homens.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Acidente de moto mata menor em ramal na Estrada do Pacífico

Durante a tarde deste domingo, dia 4, o Ciosp de Brasiléia foi acionado juntamente com o perito criminal e o veículo do Instituto Médico Legal, para resgatar o corpo de uma vítima de acidente envolvendo duas motos no ramal do km 19, na Estrada do Pacífico.

A cerca de 23 km dentro do ramal, puderam confirmar o acidente e uma vítima, Oséias Melo Alves, um jovem de 17 anos já sem vida, que estava na garupa com seu tio, Marcelo Caetano Melo (32), quando ocorreu a fatalidade.

Segundo foi apurado, S.S.S., de 16 anos, conduzia a sua moto, que não deu para ser identificada por ser montada com vários tipos de peças, a conduzia com velocidade sem capacete pelo ramal.

Ao sair de uma pequena curva, Marcelo foi surpreendido pela outra moto que ia ao seu encontro sem lhe dar chance de desviar. O choque foi tão forte que arrastou seu sobrinho da garupa e ocasionou um corte profundo no lado esquerdo do seu rosto.

Oséias não resistiu ao ferimento e morreu no local. O menor que ocasionou o acidente e o tio da vítima, apenas sofreram escoriações leves pelo corpo. O corpo foi conduzido ao IML na capital para depois ser liberado aos familiares.

Menores sem capacete e sem documentos em ramais

Em tempo, esse acidente fatal seria uma tragédia anunciada. É uma cena comum encontrar pelos ramais e até mesmo em alguns trechos da BR 317, menores conduzir veículos sem documentos e motos sem capacete.

Para a maioria dos pais, não veem problemas em entregar uma moto para seus filhos que, mesmo sem documentos e habilitação, as usam para trafegar nos ramais até o local de trabalho e escola.

A exatamente uma ano atrás, no mês de agosto, um veículo do Tribunal de Justiça se envolveu numa tragédia quando atropelou um adolescente de 12 anos que acabara de sair da escola e ia para casa numa moto sem capacete, no ramal do Picadão, no km 59 da mesma BR.

O comando da PM e Ciatran, localizado em Brasiléia, não tem efetivo suficiente para realizar esse tipo de fiscalização nos ramais do Município. Cabe então, os pais se conscientizar em não dar veículos aos filhos. Mas, isso é outra história.

Assassinos de Franco Silva são condenados a mais de 80 anos de prisão

O Juiz Cloves Ferreira, titular da 4ª Vara Criminal de Rio Branco, condenou Gesiel da Silva Souza, David Maciel Peixe de Paiva e Thiago da Silva Gomes por terem roubado e assassinado o radialista e cantor Francisco Ferreira da Silva, mais conhecido como “Franco Silva”.


Os acusados foram denunciados pelo Ministério Público Estadual (MPE/AC) pela prática de crime de latrocínio (roubo seguido de morte), previsto no artigo 157, parágrafo terceiro, do Código de Processo Penal. O quarto acusado de participar do crime, José Raimundo da Silva, já falecido, não chegou a ser denunciado pelo MPE/AC.


De acordo com os autos do processo (nº 0031108-94.2010.8.01.0001), o crime aconteceu no dia 12 de dezembro de 2010, quando a vítima foi abordada na entrada de sua residência, no bairro João Eduardo, em Rio Branco. Na ocasião, o radialista foi assaltado e assassinado pelos réus, mediante violência e uso de arma de fogo.



Decisão

Gesiel da Silva Souza (conhecido como "bigodinho") foi condenado a cumprir a pena de 30 anos; David Maciel Peixe de Paiva (conhecido como "peixe), a 25 anos, e Thiago da Silva Gomes (conhecido como "cabeça"), a 26 anos de reclusão - todos em regime fechado.

“Com base no artigo 2º, § 3º, da Lei 8.072/90, decido manter os réus na prisão em que já se encontram, dado o clamor público que a morte da vítima causou na sociedade acreana; também pela hediondez do delito por eles cometido, bem como para garantia da aplicação da lei penal, posto que em razão da condenação, soa teratológico colocá-los em liberdade, sendo bastante razoável supor que em liberdade fugirão para evitar o cumprimento da pena”, assinalou Cloves Ferreira em sua decisão.

O juiz também determinou que fosse encaminhada uma cópia da sentença para a residência da família da vítima e para a direção da Rádio Difusora Acreana, onde Franco Silva atuava na condição de locutor.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Bêbado chama o outro de "gay" e é morto com três facadas

Antônio  Carlos Rufino de Lima, 48, foi morto com três facadas na noite de sábado,03, no Residencial Juruá, próximo ao conjunto Xavier Maia após chamar um pedreiro conhecido por Francisco de “gay”.

De acordo com testemunhas, Antônio estava bêbado, e quando bebia se tornava pegajoso e brincalhão, fazendo várias pessoas vítimas de suas piadas.

Ao ser chamado de “gay”, Francisco disse que iria ao banheiro e voltou com uma faca, esfaqueando Antônio duas vezes no braço e uma na barriga.

Em seguida, o agressor fugiu em uma bicicleta, e Antônio Carlos foi socorrido pela ambulância  do Serviço Móvel de Urgência (Samu).

Os médicos passaram mais de 20 minutos tentando reanimá-lo, mas ele morreu antes de chegar ao Pronto-Socorro.

O corpo foi levado direto para o Instituto Médico Legal (IML) e cinco homens do 5º Batalhão da Polícia Militar fizeram ronda durante a madrugada para prender o acusad

Casa pega fogo pela madrugada e vizinhos são os principais suspeitos

Uma casa localizada às margens do rio Acre, no bairro Airton Sena, pegou fogou misteriosamente na madrugada de domingo, 04.

O caso aconteceu por volta das 4h da manhã e o proprietário da casa, conhecido por Júnior, não estava no local.

Segundo os vizinhos, ele estava viajando para Cruzeiro do Sul e o suposto crime teria sido cometido por dois vizinhos, por um homem conhecido pelo nome de Josias e seus filhos. Eles seriam os principais suspeitos de terem cometido o delito.
Há alguns dias Júnior teria registrado dois boletins de ocorrência na Polícia Militar denunciando os abusos de Josia, que tem colocado um som inadequado com o horário em um bar de sua propridade, não deixando os vizinhos dormirem.

Josias e Júnior chegaram a discutir por conta do problema.

Nas investigações policiais foi constatado que havia um buraco na cerca que divide os quintais dos desafetos.

As informações do Corpo de Bombeiros também detalham que é praticamente impossível o incêndio ter sido causado por um curto circuito devido a rapidez com que o fogo se alastrou pela casa.

O fogo também teria começado pelo lado da casa de Josias, o que aumentam ainda mais as suspeitas em torno de seu nome e de seus filhos.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Pensamento Costrutivo

Pensando nos últimos acontecimentos na minha pagina de opinião e no meu blog, onde ressaltei comentários sobre a política de Acrelândia e algumas situações que ocorrem em nosso município.

Uns dos embates em questão foi meu comentário sobre a reunião que o prefeito da cidade fez na unidade Mista de Saúde. Fiz comentários sobre boatos que surgiram nos bastidores dessa reunião e coloquei meu ponto de Vista.

Realmente a saúde de Acrelândia vem passando por maus lençóis, varias pessoas me procuram e ate no programa da qual eu apresento na rádio, relatando alguns ocorridos, como a falta de medico, a falta de remedios, e muitas das vezes são mal atendidos.

Pois bem, muitas pessoas que me relatam esses tipos de situação são aquelas pessoas que vão buscar ajuda nos PSFs, e na Unidade Mista de Saúde, são pessoas que muitas das vezes não tem condições de pagar um medico particular ou compra um remédio.

Então, no meu ponto de vista, embora muitos me criticam por comentários meus, ou ate mesmo se auto desrespeitando. É simples.

Na unidade e na secretaria de saúde, não tem nenhum tipo de trabalho voltado à informação para levar ao conhecimento dos usuários de saúde nos meios de comunicação do nosso município como.

Qual é o papel do medico na unidade e nos PSFs?  Como que funcionam os PSFs? . Que tipo doente podem procurar a Unidade ou os PSFs, etc.

São alguns tipos de ações simples como essas que iria ajudar muito no trabalho na saúde. Sabemos que a maior parte da população não sabe se ela tem que ir à unidade ou no PSF para fazer uma simples consulta.

Porem as pessoas que não sabem dessas informações. Ela vai à unidade mista, se não for uma emergência, o medico não vai nem atender, essa pessoa não sabe disso. Ela não quer nem saber, que ser atendida, ai ela vai procura a imprensa para dizer que não foi atendida etc. São ações como essas que ajudam a desempenhar um bom trabalho. Isso se chama de organização. O que para mim não esta tendo.

 Tanto da parte da secretaria de saúde da prefeitura que não buscam medidas para melhor os trabalhos, e dos profissionais que ficam empurrando os problemas com a barriga. Não adianta vocês ficarem se martirizando, colocando culpa num e no outro, que nada vai mudar. A população muitas das vezes só quer ter informação. Um povo bem informado é mais bem humanizado.

Carreta tomba na entrada de Acrelândia

Uma carreta carregada de madeira tombou na estrada que liga Acrelândia a Br 364, na curva do ramal do Macário.

O acidente aconteceu na tarde desta quinta-feira por volta das 16h30min, o condutor da carreta CUD 2527 de São Paulo Aldemir Cardoso de Oliveira, saiu da madeireira o veiculo carregado. Seguia destino a BR 364, já na curva que fica enfrente ao distrito industrial, o motorista da carreta perdeu o controle do veiculo e tombou no meio da estrada.

Toda a carga de madeira ficou espalhada pela estrada. A carreta ficou atravessada na rodovia, impedindo a passagem de outros veículos.

A policia chegou e isolou o local do acidente ate a chegada da perícia de Rio Branco. Foi preciso fazer uma passagem usando um trator para que os outros veículos pudessem passar.

O transito ficou parado por cerca de uma hora. Apesar da violência do acidente, o Motorista sofreu apenas escoriações e bateu a cabeça, porem ficou consciente e foi levado ao hospital da cidade. A carreta ficou completamente destruída.





























Pai chora diante do corpo do filho morto com dois tiros na cabeça

O pai de Rafael acusa um homem ainda não identificado, que mora em uma casa que fica bem em frente onde o jovem foi assassinado

violência continua aterrorizando a população acreana. Na noite desta quarta-feira (31), o jovem Rafael Willian Rocha da Silva, 21 anos, morreu com dois tiros na cabeça a cem metros da residência de seus pais.

Populares que assistiram a remoção do corpo de Rafael ao Instituto Médico Legal choraram, ao ver o desespero do pai enquanto se agarrava ao corpo do filho.

Rafael trabalhava como motorista de uma loja de confecções e tinha ido visitar o pai, Raimundo Nonato Tomas da Silva, que mora no Ramal Herculano, localizado no loteamento Santa Maria II, na BR-364.

O pai de Rafael acusa um homem ainda não identificado, que mora em uma casa que fica bem em frente onde o jovem foi assassinado. "Meu filho teve uma discussão há alguns anos com esse homem, por isso tinha saído daqui e morava na cidade", conta.

A polícia, que investiga o caso, descartou a possibilidade de latrocínio, já que encontrou a carteira de Rafael com todo dinheiro e documentos.